[VÍDEO] Política externa é importante num debate presidencial? – Carlos Milani


Tradicionalmente, analistas consideram que temas de política externa não seriam importantes nos debates eleitorais. No mundo e no Brasil, é bem verdade que outras políticas públicas tendem a chamar mais a atenção do eleitorado, a exemplo da política de educação, de mobilidade urbana, de moradia ou se segurança pública. O que muda com os processos de globalização e de abertura política, com o avanço das novas tecnologias de comunicação? As relações internacionais e a política externa passam a frequentar o quotidiano dos cidadãos (notícias sobre o mundo, comunicação em rede, produtos de consumo internacionais mais acessíveis, viagens, processos de integração regional, etc.). Ou seja, quaisquer decisões tomadas durante uma negociação internacional podem impactar diretamente a vida do cidadão no quotidiano. Por isso é fundamental entender o papel das instituições políticas e da sociedade civil em matéria de política externa. Afinal de contas, debater política externa remete a pensar o modelo de desenvolvimento e o papel das coalizões políticas domésticas de apoio a um projeto de inserção internacional do Brasil, que variam de acordo com o/a candidato/a.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *